fbpx
Qual o real propósito da sua empresa?

Qual o real propósito da sua empresa?

Retome o Propósito de sua empresa, por que você a construiu?

 

O real Propósito de sua empresa!

 

Trago aqui a seguinte reflexão:

Sua empresa nasceu de qual propósito? Ela tem um? Se tem, ele está alinhado aos novos tempos que estão por vir?

 

Então, vamos retomar o Propósito da sua empresa:

Por que você a construiu? O que te levou a tomar essa decisão? O que te motiva a seguir com ela? Onde quer chegar? Como conseguir apoio de seus colaboradores para reforçar o sonho que começou há tempos?

 

Ganhar dinheiro é consequência de um bom trabalho desenvolvido!

 

Procure a colaboração de pessoas que possuam o que lhe falta para que consiga realizar seu propósito. Lembre-se, a “Mente Mestra” é criada por meio da união, em que um espírito de absoluta harmonia, de duas ou mais mentes giram em torno de um único propósito. A energia que resulta dessa união cria uma terceira força que pode ser usada inteiramente por qualquer uma das mentes que a integram.

 

Por exemplo: Se eu, você e uma terceira pessoa nos unirmos em torno de um propósito definido, a soma das nossas mentes formará uma quarta mente – a “Mente Mestra”. Essa mente não se dissipa, mas sim integra a soma de raciocínios sobre um determinado problema e de uma possível solução, pois a mente que está em constante busca de novos ideais, não se fecha ou estreita.

Este é o poder de uma equipe alinhada ao Propósito: fazer chegar onde a marca deseja estar.

 

No livro “A Sabedoria das Multidões”, o autor Jame Surowiecki, aponta que a atitude pode mudar tudo isso. Cultura não é sobre pessoas ou sobre coisas, mas sim sobre como as pessoas fazem as coisas. De acordo com ele, a solução vem do grupo coletivo, por conta da soma e não de um único indivíduo. Quem constrói a cultura de uma empresa são as pessoas, orientadas por um líder. Diversidade – são potenciais que fazem surgir a inovação.

 

Não devemos ter medo das ideias novas: elas podem significar a diferença entre o sucesso e o fracasso.

 

1 – O fator mais importante numa Mente Mestra é a missão comum entre seus integrantes. E é aqui que entra o papel do líder. Para obter sucesso, você precisa ser ou ter um líder. E liderar consiste em ter um propósito e a capacidade de fazer com que as pessoas em sua volta o compreendam, a fim de que ele se torne uma mente comum entre os membros da equipe. Esse é o ponto de partida da Mente Mestre.

 

2 – Você não pode realizar grandes coisas sozinho, mas também não pode obter prestígio e sucesso rodeados de pessoas que não estão envolvidas com o propósito da sua empresa. Se estiver claro, definido ou realinhado o propósito, monte um time com duas ou mais pessoas.

 

“Se você tem oportunidade para fazer alguma coisa incrível na sua vida, eu recomendo fortemente que você convide alguém para acompanha-lo”, Simon Sinek.

 

Envolvimento e companheirismo são palavras chave neste processo. Outra palavra de muito poder é a “Autoconfiança”. Você já ouviu a frase: “Querer é poder”?

 

Observe duas pessoas: uma que vive uma vida plena de sucesso, felicidade e bem-estar e outra que não está indo a lugar nenhum. Avalie as atitudes de cada uma delas minuciosamente e você verá que o que as separa: a Autoconfiança, o poder do pensamento objetivado.

 

Você precisa alinhar onde está a sua força e desenvolvê-la incansavelmente, até os limites da perfeição. Autoconfiança vem daí!

Entenda que ninguém é bom em tudo. Escolha uma coisa e pratique-a, até se tornar muito bom ou o melhor nela.

 

Se questione: O que sua empresa faz de melhor? Existe algo que poucas fazem? Qual sua expertise?

As respostas se alinharão ao propósito e então desenvolva-o e o pratique todos os dias, não dê descanso.

Crie oportunidades para que as coisas aconteçam e estabeleça metas com a sua equipe unida ao propósito, para fazer acontecer o que planeja.

 

Essa distinção é o propósito definido, mas uma pessoa sem autoconfiança dificilmente definirá um propósito apropriado. As empresas que avançam inspiram outras pessoas e empresas – ao contrário: ninguém investirá ou comprará em uma empresa que não apresente otimismo para superar a crise. Portanto, mantenha a comunicação de seu propósito ativa.

 

Se você tentar o tempo todo ser igual aos outros, quem será igual a você? O que efetivamente deseja nestes novos tempos?

 

Qual é o seu maior desafio HOJE para colocar o Propósito de sua empresa em prática? Nós podemos colaborar com você neste momento de tomada de decisões.

Marcelo Silvani

Quando escolhi o Design como profissão adentrei ao mundo da reengenharia, fenômeno de gestão dos anos 90. Em 2000 foi o início do Design de Serviços, fato este que os profissionais do Design vivem em plenitude. Reengenharia nas empresas poderia ser usada em três situações: - a primeira é quando a empresa está passando por graves problemas, e não tem outra alternativa se não começar de novo; - a segunda é quando a empresa ainda não se encontra em dificuldades, mas é possível prever futuros problemas e evitar passar por obstáculos; - e a terceira situação é quando a empresa tem um ótimo desempenho, e mesmo sem previsões de problemas futuros, opta por passar pelo processo de Design Estratégico para ganhar mais vantagem competitiva em relação aos concorrentes, e aumentar ainda mais seu desempenho, com a ideia de que ao refazer algo que já é bom, é possível alcançar algo ainda melhor! E é neste sentido que acredito: antever o futuro é hoje a condição de sobrevivência no mundo empresarial competitivo. Pensar em estratégia é pensar o futuro!

Leave a Reply

Your email address will not be published.